Perto de 2 Bilhões de Conexões Globais de LTE no Final de 2016

A 5G Americas, a associação setorial e a voz da 5G e LTE para as Américas, anunciou que a LTE mantém sua trajetória impressionante na América do Norte, América Latina e no mundo, segundo dados da Ovum do quarto trimestre de 2016. A LTE registrou 1,9 bilhões de conexões no final de 2016 e passou o marco de 2 bilhões de conexões em fevereiro de 2017.   A região da América do Norte registrou praticamente 300 milhões de assinaturas LTE até o final de 2016 com algumas das maiores taxas de penetração, e a maior cobertura e participação de mercado para a LTE no mundo.? ?A LTE deve continuar essa trajetória no mundo inteiro, atingindo o marco de 3 bilhões de conexões em 2018, 4 bilhões em 2020 (Ovum) e 5 bilhões em 2022 (5G Americas).? ?“Durante a edição de 2017 do Mobile World Congress, na cidade de Barcelona, a 5G continuou mostrando seu desempenho inédito e muito potencial em todas as áreas. Ao mesmo tempo, o rápido crescente do número de clientes LTE revela que clientes do mundo inteiro querem a evolução da LTE para a LTE-Advanced”, disse Chris Pearson, Presidente da 5G Americas.? ?

4T 2016 - América do Norte - Na América do Norte, a LTE registrou 298 milhões de conexões e penetração de 83%, comparado com uma população de 360 milhões. Essa taxa de penetração pode ser comparada com a Europa Ocidental, a segunda região no ranking, com 47%, e a Oceania e o Leste e Sudeste Asiático, com uma taxa de penetração de 46%. A taxa penetração da LTE na América do Norte deve passar 100% em 2018.? ?Além de registrarem uma taxa de penetração muito maior, os EUA e o Canadá possuem a maior participação de mercado da LTE em comparação com todas as tecnologias móveis, com 65%, contra 41% da Oceania e Leste e Sudeste Asiático e 35% na Europa Ocidental. A participação de mercado representa a porcentagem de conexões móveis sem fio que dependem da tecnologia LTE, comparada com todas as outras tecnologias móveis.? 

  • 298 milhões de conexões LTE, um ganho líquido de 61 milhões de novos clientes LTE comparado com o 4T 2015
  • A LTE deve atingir 452 milhões de conexões até o final de 2020 (incluindo M2M)
  • Previsão de 11 milhões de conexões 5G em 2021 - praticamente 44% de todas as conexões 5G no mundo.

4T 2016 - América Latina e o Caribe - José Otero, Diretor da 5G Americas para a América Latina e no Caribe, resumiu as tendências regionais, dizendo “2016 foi um ano difícil para as economias da América Latina, com uma redução do número de conexões sem fio em vários países como medida de economia popular. Mesmo nessas condições difíceis, a LTE ainda registrou o maior crescimento de qualquer tecnologia móvel implementada na América Latina, com vários países registrando crescimento de dois dígitos e novas operadoras lançando serviços comerciais LTE. Além disso, a LTE-Advanced consolidou sua posição na região durante o ano, com redes lançadas nas Ilhas Virgens Britânicas, Brasil e Peru, além de vários testes realizados na região. ”

A participação de mercado da LTE aumentou de 7,7 para 17% até o final de 2016, crescendo mais de 100% na região da América Latina e do Caribe.  Na região, a LTE cresceu 21% em apenas um trimestre (3T 2016 para 4Q 2016), mostrando um desempenho muito forte em apenas três meses.

  • Total de 699 milhões de assinaturas banda larga móvel
  • 119 milhões de conexões LTE; 65 milhões de conexões novas no 4T 2016 comparado com o ano anterior;
  • A LTE deve atingir 171 milhões de conexões até o final de 2017 (a previsão inclui M2M) e participação de mercado de 24%.
  • A LTE deve atingir 449 milhões de conexões até o final de 2021 (incluindo M2M)

4T 2016 - Global - “No mundo inteiro, o número de assinaturas LTE cresceu 74% entre o final de 2015 e o final de 2016. Em comparação, no mercado maduro da América do Norte onde a LTE foi uma das principais tecnologias logo depois de seu lançamento, o número de assinaturas cresceu muito menos, apenas 26%, por que o mercado é muito mais maduro e a taxa de penetração de tecnologia é muito maior”, explicou Kristin Paulin, Analista Sênior da Ovum.

  • 1,9 bilhão de conexões LTE comparado com um total global de 7,6 bilhões de conexões celulares
  • 818 milhões de novas assinaturas LTE em 12 meses desde o 4T 2015; Crescimento de 74%.
  • Conexões LTE devem atingir o marco de 4,7 bilhões até o final de 2021 (inclui M2M)
  • Participação de mercado global de 53% para a LTE até final de 2021

Krstin Paulin também explicou as previsões anteriores da Ovum que não incluíam a M2M, “a Ovum alinhou sua metodologia de projeções com seu tratamento de dados históricos, que inclui o monitoramento do número total de assinaturas M2M”. ? ?

 

Redação Connect Media / Susy Zocolaro

smile Se curtiu a leitura, compartilhe com os amigos e curta também nossa página no Facebook

Publicado em: 14/03/2017
Faça um Comentário
Nome Comentário
E-mail